terça-feira, 12 de Fevereiro de 2008




Os Portugueses estão a desaparecer!






O envelhecimento da população é hoje um fenómeno universal, característico tanto dos países centrais como, de modo crescente, dos países do Terceiro Mundo. Os factores responsáveis pelo envelhecimento são discutidos, e o processo conhecido por "transição demográfica" tem sido abordado. As repercussões para a sociedade do progressivo envelhecimento da população são consideradas, particularmente no que diz respeito à saude. A mudança do papel da mulher no mundo contemporâneo, o período de vida mais longo e suas consequências, entre outros tópicos, fazem parte de uma discussão específica relativa à mulher idosa.



O envelhecimento da população é um facto preocupante na União Europeia, é um continente onde as taxas de natalidade tem diminuído na maioria dos seus países e a esperança média de vida tem aumentado consideravelmente, sendo já apelidada de “Europa idosa”. Em Portugal verifica-se a mesma situação. As principais causas residem hoje na baixa natalidade que se verifica entre os portugueses, que tem aumetado nos últimos anos e já não assegura a renovação das gerações, e o aumento da longevidade, pelo que, actualmente, o número de idosos ultrapassa o de crianças.






Neste trabalho procurámos dar resposta a algumas perguntas posteriormente apresentadas:




O que é a taxa de natalidade?



A taxa de natalidade é o número de nascimentos por cada 1000 habitantes. Esta permite comparar a natalidade em áreas com população absoluta diferente e identificar as disparidades a nível mundial.






Quais os factores que levaram, nos últimos anos, a que se desse uma queda abrupta da natalidade em Portugal?



  • O avanço da medicina;



  • Melhores condições de vida;



  • Maiores habilitações literárias da mulher;



  • Emancipação da mulher;



  • Maior participação da mulher na vida activa;



  • Casamentos tardios;



  • Aumento dos divórcios;



  • Redução da fecundidade;



  • Planeamento familiar;



  • Razões económicas;



  • Modo de vida urbano;



  • Escolaridade obrigatória/ proibição do trabalho infantil;



  • Religião.




Porque é que os casais têm filhos cada vez mais tarde?




Os filhos cada vez estudam até mais tarde

Permanecem em casa dos pais até mais tarde

Só uns anos depois é que eles se tornam independentes
(quando tornam)

E podem assim formar a sua própria família





E, com isto, passaram quantos anos?








Quais são as causas do envelhecimento da população?





• Diminuição da taxa de fecundidade;



• Aumento da longevidade.





Portanto, em vinte anos, a estimativa de vida aumentou 7,6 anos para o homem e 8,2 anos para a mulher.







Quais as consequências do envelhecimento da população?




  • Aumento das despesas com a saúde;


  • A produtividade diminui, o espírito criativo e de iniciativa tão característicos dos jovens também diminui;


  • Aumento das despesas com a Segurança Social;


  • Pagamento de reformas;


  • Reduzido número de população activa;


  • Novos gastos com a assistência: alojamentos adaptados à diminuição das suas capacidades, passatempos e actividades adequados, ajudas familiares, assistentes sociais.




Qual foi o último ano em que houve substituição das gerações?




O último ano em que houve substituição das gerações foi em 1982.





Em 2050, qual será a relação entre as pessoas em idade de trabalhar e as pessoas com 65 anos ou mais?




Em 2050 a relação será de: 2 pessoas em idade de trabalhar para cada pessoa com 65 anos ou mais.



Actualmente essa relação é de 4 pessoas em idade de trabalhar para 1 pessoa com 65 anos ou mais.















“A queda da natalidade é, em primeiro lugar, fruto de uma mudança de mentalidades.”




Curiosidades:

  • Nos últimos 5 anos 25 000 idosos foram vítimas de maus tratos, muitos deles pelos familiares;
  • Mais de 1 300 000 idosos vivem com a reforma mínima;
  • "Envelhecer já não é uma arte, tornou-se um pesadelo";
  • Em Lisboa, 60 000 idosos estão fechados em casa;
  • A pobreza em Portugal deve-se, em grande parte, às baixas reformas dos idosos;
  • Foram detectados 100 lares clandestinos em 2007;
  • Hoje há 2 000 idosos abandonados;
  • "Sobrevivem à espera da morte";
  • Por cada 112 idosos há 6 jovens;
  • No ano passado tivemos menos 15% de jovens e mais 17% de idosos;
  • Com o envelhecimento da população mundial, em 2030 haverá um idoso por cada oito pessoas no planeta.